30 jul

Para que uma empresa funcione dentro de todo o seu potencial é preciso, em primeiro lugar, haver planejamento. Por meio dele, a gestão é capaz de definir onde se pretende chegar (objetivos e metas) e como se pretende chegar (projetos e planos de ação). 

 

E para que tudo isso funcione, é importante que a organização tenha as ferramentas necessárias para a execução do planejamento e as pessoas capazes de operá-las.

 

Parece simples, não é mesmo? 

Mas sabemos que no dia a dia nem tudo são flores e que não é fácil executar uma ação exatamente da maneira como foi pensada. Problemas, dos menores aos maiores, podem aparecer trazendo consigo graves consequências. Eles podem estar relacionados a uma série de fatores, mas quase sempre podem ser resolvidos se detectados com antecedência pela gestão.

 

Acredito que a má gestão pode ser considerada uma falha gravíssima, pois além de afetar a performance dos colaboradores, ela evita que os demais problemas sejam identificados e solucionados com agilidade. Ou seja, uma gestão empresarial ineficiente não só é um entrave às atividades diárias, como também afeta o crescimento do negócio. 

 

Por isso, fique atento aos sinais de que sua empresa tem problemas de gestão:

 

Processos desintegrados

Assim como um corpo, que depende do bom funcionamento de seus órgãos para permanecer saudável e em equilíbrio, uma organização, independente de seu tamanho, depende do funcionamento em conjunto de suas áreas. 

 

Cada uma tem uma função distinta, mas que se integra e complementa às demais. Quando um departamento não funciona da forma como deveria ou não se comunica com seus pares, é certo que haverá falhas. Retrabalho, informações equivocadas e atrasos nas entregas são exemplos que afetam diretamente o desempenho da empresa.

 

Desmotivação dos funcionários

As pessoas são os recursos mais importantes de uma organização, pois o sucesso desta está diretamente relacionado à motivação pessoal dos profissionais e seu comprometimento com o crescimento do negócio. 

 

Parte dessa motivação está relacionada a um elemento intangível, mas de importância extrema: a valorização do seu trabalho. Profissionais e equipes valorizadas, são mais felizes e produzem mais. Por isso, não se esqueça de reconhecer o esforço, parabenizar pelos bons resultados e também manter-se sempre acessível e aberto ao diálogo e novas ideias.

 

Falta de controle de processos e pessoas

Imagine o funcionamento de um carro: para que ele te leve onde você quer chegar é importante estar sempre atento ao seu funcionamento. As peças estão novas? Os pneus estão calibrados? O motor está em bom estado? O tanque está cheio de combustível? 

 

O piloto não pode perder o controle do seu carro, assim como um gestor não pode perder o controle de sua organização. É fundamental estar atento ao desempenho das pessoas e dos processos, para garantir que os esforços não estão sendo em vão e que todos estão indo na mesma direção.

 

Descontrole financeiro

Os ralos financeiros talvez sejam os sintomas mais nítidos de que uma empresa não está sendo bem gerenciada. Uma organização que não tem um fluxo de caixa, não monitora todas as entradas e saídas e não consegue se planejar com seu capital, terá muitos problemas para se manter em pé. 

 

Muitas vezes, as empresas vão à falência não por conta de um mercado difícil ou falta de profissionais competentes, mas sim porque não conseguem atingir a saúde financeira e equilíbrio necessário para serem lucrativas.

 

Aproveite para reler o nosso post sobre o tema: “Fluxo de caixa: 7 pecados que levam à falência”.

Dificuldade de entrega de obrigações fiscais

Existe uma série de obrigações fiscais, como o SPED (Sistema Público de Escrituração Digital) e o DRE (Demonstrativo de Resultado Empresarial), que não apenas são exigidas por lei, mas também são essenciais para o controle da gestão. Por se tratar de um processo burocrático e que necessita de um grande volume de dados, é preciso muita organização e planejamento para entregar esses relatórios de maneira correta e dentro da data exigida.

 e book passo a passo gestão financeira

 

Como podemos solucionar esses problemas?

 

Qual é a palavra-chave da gestão? O planejamento. 

Para ter um planejamento bem definido e, principalmente, bem executado, você pode contar com um ERP (Enterprise Resource Planning, ou Sistema Integrado de Gestão Empresarial).

O ERP é uma ferramenta que integra dados e informações de todas as áreas de uma empresa, centralizando-as em um único lugar, automatizando as rotinas e interligando todos os processos que movem essa organização.

 

Hoje no mercado existe uma série de ERPs disponíveis, bem como consultorias dispostas a implantá-los. Entretanto, é preciso ter cuidado na escolha, pois um ERP ineficiente ou mal implementado pode trazer ainda mais problemas para uma empresa, que já passava por uma fase difícil. Pesquise muito antes de fazer sua escolha e dê preferência para sistemas renomados, com boa reputação no mercado, suporte e qualidade garantida.

 

Esse é o caso do ERP Protheus, da Totvs. Presente no mercado há mais de 10 anos, o software é um dos mais cotados pelas organizações que buscam integrar e automatizar seus processos ou mesmo atualizar seu sistema legado. O Protheus é um sistema completo, versátil, arrojado e flexível, que se encaixa em empresas de todos os tamanhos e setores.

 

Por meio desse sistema é possível solucionar seus problemas de gestão empresarial. Ele integra todas as áreas, diminui o retrabalho, dá controle de informações e torna seus processos mais precisos, traz embasamento para a tomada de decisão, reduz custos e desperdícios e aumenta a lucratividade e produtividade da sua organização.

 

Ao decidir dar esse passo em direção a uma empresa mais robusta, profissional e organizada, lembre-se de buscar o apoio de uma consultoria que possa te ajudar em todas as etapas da implantação do sistema e que, também, possa auxiliá-lo na prática a melhorar seus processos de gestão.

 

Espero que esse post tenha te ajudado a identificar como é possível melhorar a gestão do seu negócio. Se quiser saber mais sobre os benefícios do sistema de gestão integrada, clique nesse link. Temos muitos conteúdos interessantes em nosso blog para te ajudar!

 

Avatar
SOBRE O AUTOR
Renato Souza – Diretor Comercial da PROX

Profissional especialista nos processos administrativos de controladoria com passagem pela TOTVS SA onde se especializou nas áreas fiscal e contábil. Atuou também em outras consultorias de ERP como analista e coordenador de projetos de implantação de ERP.

Facebook LinkedIn Skype 

Fechar

Nós entramos em contato com você!

[_post_title]