17 ago

Entender o que é faturamento é premissa básica para empresários e gestores que querem manter a saúde financeiro do negócio ou até mesmo buscar maiores e melhores resultados.

A grande dificuldade, no entanto, é que sejam compreendidas as importâncias de cada uma das tarefas administrativas, financeiras e fiscais de uma empresa e como elas podem, efetivamente, interferir nos resultados (tanto positiva como negativamente).

Dentre essas tarefas contamos com o faturamento que, embora esteja na boca de todos, muitas vezes não é plenamente compreendido.

Por isso, neste artigos vamos explicar o que é faturamento, vamos mostrar como ele funciona e ainda daremos dicas através de melhores práticas para a execução desta tarefa.

Nossa expectativa com este guia é que ao final da leitura você seja capaz de controlar o faturamento do seu negócio ativamente, ou ainda, que seja capaz de gerenciar este setor de maneira a compreender a representatividade de cada componente.

Vamos lá?

O que é faturamento?

Em primeiro lugar, por conceito, faturamento representa a soma de todo o valor de vendas de produtos ou serviços realizados em determinado período de tempo. Como regra, não são considerados faturamentos os valores advindos de investimentos ou quaisquer outras fontes que não as vendas.

Em geral, o faturamento é realizado mensalmente e anualmente e é usado para mostrar qual a capacidade produtiva da empresa além da participação no seu mercado específico de atuação.

Além disso, o valor anual do faturamento ainda é usado para embasar fatores como o Regime Tributário. Neste ponto, além de servir como base para a alíquota de pagamento de impostos, ainda atua de maneira à permitir, ou não, o enquadramento em cada um dos tipos de regime, onde podem existir limites de faturamento em suas regras.

Como funciona o faturamento de uma empresa?

Antes de falarmos sobre o funcionamento do faturamento de uma empresa, precisamos ressaltar que o faturamento pode ser de dois tipos diferentes, o bruto e o líquido. Saiba um pouco sobre cada um deles:

Faturamento bruto

O faturamento bruto é a soma dos valores recebidos pelas vendas dos produtos ou serviços. Em geral, aqui cabe uma ressalva quanto à diferença entre faturamento e receita.

  • Receita: é o valor total recebido pelo produto ou serviço comercializado, mesmo que sendo à prazo;
  • Faturamento: para o caso de vendas à prazo, é considerado apenas o valor recebido no mês específico do cálculo.

Faturamento líquido

Por outro lado, o faturamento líquido é quando são subtraídos do faturamento bruto os impostos que incidem sobre as vendas em si. O IPI (Imposto Sobre Produtos Industrializados) e o ISS (Imposto Sobre Serviço) são alguns deles.

Compreendidas as diferenças entre os dois tipos de faturamento, podemos falar um pouco sobre as tarefas envoltas no setor que realiza o faturamento.

Justamente para que seja possível o cálculo dos faturamentos bruto e líquido, existem tarefas que precisam ser realizadas pela mesma equipe já que existe a necessidade do cruzamento e consolidação de dados. Sendo assim, veja algumas dessas principais tarefas:

  • Emissão de faturas e boletos de cobrança;
  • Lançamento de pedidos;
  • Checagem de notas fiscais;
  • Comunicação com os clientes;
  • Comunicação com os vendedores e representantes comerciais;
  • Verificação das contas à pagar;
  • Verificação das contas à receber;
  • Controle e consolidação de todos os dados do setor.

Melhores práticas para fazer o faturamento

Depois de falarmos sobre a importância de, não somente entender o que é faturamento, mas de suas tarefas para o crescimento de uma empresa, devemos falar sobre as melhores práticas para realização destas tarefas.

Logo de cara, a primeira e mais essencial prática é a organização. É preciso que cada dado referente às entradas e saídas da empresa esteja organizados de maneira à facilitar os cálculos e a identificação de pontos essenciais como data da venda, produto ou serviço vendido, cliente, representante comercial, status de pagamento, forma de pagamento e assim por diante.

A segunda melhor prática é o controle. Neste quesito, com a ajuda dos dados organizados, os responsáveis pelo faturamento devem se certificar de não deixar que prazos sejam esquecidos ou impostos sejam calculados de maneira errônea, por exemplo.

A terceira melhor prática é a utilização de um sistema de gestão integrado e automatizado. Essa é, sem dúvida alguma, a melhor maneira de organizar, controlar e gerenciar o faturamento da sua empresa.

Sua integração entre os setores permite que os dados referentes à uma venda percorram toda a empresa tornando os processos mais eficientes. Funciona mais ou menos assim: o representante comercial realiza a venda e, ao mesmo tempo, o faturamento recebe a informação para computar os dados e emitir a nota fiscal, o estoque, também ao mesmo tempo, recebe a informação e separa o produto (além de contabilizar sua saída do setor de maneira à evitar a falta de produtos para serem comercializados), a logística, por sua vez, organiza a entrega do produto e todos os setores que se envolvem de alguma forma com o produto ficam cientes daquela venda.

Em geral, todo esse processo, quando feito manualmente, tende a gerar erros que podem comprometer toda a estratégia da empresa e até a sua saúde financeira. Por isso, o sistema conta com a opção modular onde todos os setores podem ser abrangidos ou apenas aqueles que os gestores entendem como estratégicos e mais importantes.

O fator crucial no que diz respeito ao sistema de gestão é que ele deve compreender todos os seus processos. Por isso, é recomendado que um especialista faça o mapeamento de todas as tarefas da empresa e, assim, faça com que o sistema seja altamente aderente ao modelo de negócio, aumentando sua eficiência.

Saber o que é faturamento foi o primeiro passo e ele já está dado a partir dessa leitura. Agora, chegou a hora de colocar a mão na massa…e nós lhe ajudaremos! Saiba como.

Consultoria e Soluções em ERP Protheus Totvs Para sua Empresa Otimizar Processos e Obter os Melhores Resultados - FALE COM NOSSOS ESPECIALISTAS

Avatar
SOBRE O AUTOR
Renato Souza – Diretor Comercial da PROX

Profissional especialista nos processos administrativos de controladoria com passagem pela TOTVS SA onde se especializou nas áreas fiscal e contábil. Atuou também em outras consultorias de ERP como analista e coordenador de projetos de implantação de ERP.

Facebook LinkedIn Skype 

Fechar

Nós entramos em contato com você!

[_post_title]