13 ago

Entender o que é lucratividade é algo essencial para uma empresa que busca o crescimento saudável e precisa saber como está o seu desempenho no mercado. Este e outros indicadores são fundamentais e neste artigo especial sobre lucratividade você vai aprender o seu conceito e importância, como seu cálculo é realizado, alguns fatores que o afetam e, por fim, como um sistema de gestão pode ajudar neste processo.  

Acompanhe!

O que é lucratividade?

 

A lucratividade é um indicador que mede qual foi o ganho da empresa em relação a todo o trabalho que desenvolveu. Isso se traduz no valor percentual que indica a eficiência operacional da empresa e que está diretamente ligado com o nível de competitividade do negócio.

Para facilitar o seu entendimento, pense que quando uma empresa estipula um preço para determinado produto ou serviço, esse preço não é voltado apenas para o produto ou serviço em si, pois existem custos adicionais de mão de obra, estrutura, logística, fabricação, etc. Por conta disso, parte do dinheiro recebido na compra do item tem como destino o pagamento dessas etapas e processos.

Portanto, indicador ajuda a entender se todo o esforço e investimento empreendido na fabricação dos produtos está, de fato, se justificando.

OBS: o resultado pode ser calculado de forma mensal, trimestral, semestral ou anual, porque varia de acordo com a periodicidade definida pela empresa para monitorar o desempenho dos resultados.

Lucratividade x Rentabilidade

Uma confusão muito comum de se encontrar nas empresas é da diferença entre os termos lucratividade e rentabilidade, pois muitos acham que significam a mesma coisa, mas na verdade não.

São conceitos diferentes, onde a lucratividade é derivada do conceito de lucro, mas apresentada em um valor percentual. Enquanto a rentabilidade está ligada com um investimento inicial e portanto é o resultado da relação entre o valor do lucro líquido com o valor do investimento que foi realizado. Ou seja, o foco da rentabilidade está em quanto de retorno esse aporte é capaz de proporcionar e, dependendo de como for, pode definir o rumo do negócio. A sua fórmula de cálculo é (lucro líquido / investimento) x 100.

Vale ressaltar que apesar de serem conceitos diferentes esses cálculos se complementam, principalmente, quando se trata de medir a saúde financeira da empresa. Por exemplo, um negócio que é rentável, mas não é lucrativo pode ter dificuldades para se manter no mercado. Já um negócio que apenas aproveita uma tendência, vai exigir um investimento alto e a lucratividade terá que ser boa para recuperar o valor do investimento.

Portanto fique ligado a esses dois conceitos e saiba a diferença para poder embasar da melhor maneira uma tomada de decisão e seguir no caminho mais saudável possível para a empresa.

Como calcular a lucratividade da empresa?

Entendida a diferença entre lucratividade e rentabilidade, agora vamos falar sobre como a sua empresa deve fazer o cálculo desse indicador.

A fórmula para calcular a lucratividade é (lucro líquido / receita bruta) x 100, lembrando que lucro líquido é o valor de todas as vendas após subtração dos custos. Já a receita bruta é a soma de todo valor que foi recebido pela empresa.

O resultado dessa fórmula é um número percentual que vai servir de indicador para sua empresa medir a sua eficiência. Vale lembrar que saber como calcular a lucratividade da sua empresa e de outros indicadores importantes vai ajudar muito em toda a gestão financeira do negócio.

Fatores que afetam a lucratividade

Existem alguns fatores que podem afetar diretamente a lucratividade de uma empresa, por isso é preciso ficar ligado e fazer uma gestão adequada para minimizar os impactos destes fatores no lucro da empresa. Confira abaixo uma lista com alguns desses problemas:

  • Aumento constante dos gastos fixos;
  • Estoque com giro lento;
  • Aumento das despesas financeiras;
  • Queda nas vendas;
  • Inadimplência crescendo e gerando perdas;
  • Diminuição da margem de contribuição;
  • Aumento dos prazos de vendas;
  • Entre outros.
Como o sistema de gestão pode ajudar?

Uma forma de você saber a lucratividade da empresa e ainda conseguir monitorá-la em tempo real de forma automatizada e prática é utilizando um sistema de gestão. Esse sistema, também chamado de ERP (Enterprise Resource Planning), consegue fazer a integração de todas as áreas da empresa e automatizar todos os processos internos, o que facilita muito a comunicação entre os funcionários e seus gestores e ajuda o trabalho de ambos.

Além disso, a integração evita erros e otimiza o trabalho das equipes já que é possível realizar os registros de forma rápida e de maneira que todos os setores correlacionados possam fazer o acompanhamento de tudo em um único lugar.

Outra praticidade do sistema de gestão é a sua divisão por módulos que representam as áreas da empresa. Desta forma, o sistema pode atender somente os setores principais de uma empresa (para posteriormente atender ela inteira) ou então todos os processos internos (o mais indicado). Importante dizer que este modelo modular se aplica tanto para empresas grandes, multinacionais, com centenas de funcionários e áreas como para pequenas/médias empresas que utilizam somente os módulos mais básicos.

Algumas das principais atividades impactadas por um sistema de gestão são:

  • Controle do fluxo de caixa;
  • Emissão de notas fiscais;
  • Emissão de pedidos;
  • Controle do estoque;
  • Contas a pagar e receber;
  • RH;
  • Entre outras.

Mas vale lembrar que apenas ter um ERP não é o suficiente para medir sua lucratividade e outros indicadores de forma prática e automatizada. É preciso mais que isso!

Por se tratar de um grande e complexo sistema, para que seja realmente eficiente, se faz necessária a personalização e uma série de customizações que tendem a deixar a ferramenta fique mais aderente ao seu modelo de negócio. Mas é preciso certo cuidado com o número e tipo de customização, caso contrário, atrapalhará mais do que ajudará.

Por isso, se a sua empresa quer saber o é lucratividade e deseja contar com a ajuda de um sistema de gestão para isso, fale conosco. Possuímos especialistas que irão entender suas necessidades e aplicar da melhor maneira ao ERP.

Consultoria e Soluções em ERP Protheus Totvs Para sua Empresa Otimizar Processos e Obter os Melhores Resultados - FALE COM NOSSOS ESPECIALISTAS

Renato Souza
SOBRE O AUTOR
Renato Souza – Diretor Comercial da PROX

Profissional especialista nos processos administrativos de controladoria com passagem pela TOTVS SA onde se especializou nas áreas fiscal e contábil. Atuou também em outras consultorias de ERP como analista e coordenador de projetos de implantação de ERP.

Facebook LinkedIn Skype 

Fechar

Nós entramos em contato com você!

[_post_title]