12 abr

Manter uma empresa saudável financeiramente pode ser um grande desafio. Isso porque diversas variáveis estratégicas têm impactos inquestionáveis sobre o sucesso dos negócios.

A gestão financeira é a forma mais eficaz de controlar o fluxo de caixa e a gestão do capital, possibilitando ao gestor analisar a saúde financeira da empresa e, assim, planejar suas ações no que diz respeito às decisões de investimento e financiamento.

Vejamos algumas dicas sobre a importância do controle de dados na saúde financeira da empresa e como um sistema automatizado pode se tornar um grande aliado. Ficou curioso? Então acompanhe o post a seguir!

Cuide do fluxo de caixa

A análise do fluxo de caixa é uma das principais ferramentas para garantir a saúde financeira da empresa. Isso porque é por meio desse instrumento que o gestor pode acompanhar todas as movimentações de recursos da organização e analisar as saídas e entradas de capital em um determinado período.

Por meio dessa medida, é possível ter uma visão mais apurada da real situação financeira do negócio. Tão importante quanto ter um negócio rentável e lucrativo é saber gerenciar com efetividade o fluxo de caixa.

No entanto, alguns gestores acabam cometendo erros bastante comuns ao elaborar o controle das finanças da empresa. Na correria do dia a dia, não é incomum que muitos empreendedores deixem de:

  • atualizar o fluxo de caixa com periodicidade;
  • categorizar os lançamentos separadamente conforme estão previstas as entradas e saídas e as que já foram efetivamente realizadas;
  • acompanhar o estoque e, assim, fazer uma estimativa para não comprar mais do que necessita e acabar por ter um estoque abarrotado e sem demanda;
  • separar as contas pessoais das contas da empresa etc.

Embora pareçam erros simples, a falta de um acompanhamento e de um controle efetivo do fluxo de caixa pode levar o empreendedor a realizar escolhas equivocadas quanto a investimentos no seu negócio.

Quando o gestor tem conhecimento de onde estão sendo gastos os recursos, é possível estabelecer metas que priorizem a utilização racional desses valores, evitando despesas desnecessárias. Além disso, conhecer as receitas possibilita direcionar esforços para onde estão as maiores rentabilidades e, assim, investir nas áreas certas.

Utilize a tecnologia a seu favor

O uso de softwares de gestão financeira, além de tornar as atividades operacionais mais eficientes, permite que o gestor possa acompanhar, em tempo real, os negócios e otimizar a tomada de decisão.

A implementação de um software de gestão financeira, o ERP, sigla em inglês que significa Enterprise Resource Planning, e traduzida para o português como Planejamento de Recursos Empresariais, representa uma importante solução no controle dos processos da organização.

Esse software integra as informações de todos os setores da companhia e compartilha entre todos os usuários, aumentando a produtividade das equipes, melhorando a comunicação, reduzindo os custos e elevando o lucro.

Um software de gestão empresarial é composto por diversos módulos e um desses é o de controle de gestão financeira, que se integra aos demais, proporcionando total controle dos dados e informações da organização.

A adoção de um ERP na gestão financeira automatiza os processos e integra automaticamente as informações de receitas e despesas à contabilidade, concentrando, em um só lugar, todos os dados da organização.

O ERP não gera benefícios apenas operacionais aos negócios, mas também em nível gerencial e estratégico, gerando, por exemplo, em tempo real, indicadores de performance que apoiam o gestor na tomada de decisão e no direcionamento do negócio no mercado.

Entre os principais benefícios da adoção de um software de gestão, destacam-se:

  • automatização do fluxo de caixa;
  • facilitação na realização de análises, projeções e conciliação bancária;
  • maior assertividade na elaboração do planejamento orçamentário;
  • visão analítica e sintética das informações financeiras;
  • visão geral da rentabilidade e lucratividade de cada processo, produto ou serviço;
  • eliminação do retrabalho e aumento da rentabilidade dos dados gerados;
  • redução de tempo no fechamento financeiro e contábil, entre outros.

A implementação de um sistema ERP não só automatiza e moderniza a empresa, mas também amplia seus ganhos, aumentando sua competitividade no mercado.

Estabeleça um planejamento financeiro eficiente

O planejamento financeiro é o primeiro passo para um controle eficiente. De nada adianta investir num excelente software de gestão e manter as movimentações de dinheiro registradas se não há um planejamento que possa facilitar a aplicação desses recursos e seu uso correto.

Ao estabelecer um planejamento financeiro da empresa, é possível tomar decisões mais assertivas no que diz respeito aos investimentos e financiamentos. Ao implementar ações e procedimentos em curto, médio e longo prazo, o empreendedor passa a avaliar e a projetar seus recursos financeiros de maneira mais eficiente e eficaz.

Hoje, você consegue projetar a saúde financeira da empresa em curto, médio e longo prazo? Se a resposta for não, é preciso avaliar, com máxima urgência, como os recursos estão sendo utilizados de forma a identificar desperdícios desnecessários e que possam ser revertidos para aumentar a rentabilidade e o equilíbrio dos gastos.

O planejamento financeiro é o instrumento que apontará o norte para o qual a organização deve caminhar.

Por meio dessas informações, é possível comparar o desempenho e a situação da empresa com outras companhias do mesmo segmento, ou ainda em um determinado período. Isso possibilita ajustar a performance da organização para melhores resultados.

Entre as principais vantagens da elaboração de um bom planejamento financeiro, destacam-se:

  • o acompanhamento da evolução dos gastos de cada setor da organização;
  • a facilitação do corte de desperdícios e processos que são desnecessários;
  • o controle, com mais eficiência, de tudo que entra e sai do caixa;
  • a realização de previsões de investimentos, visando sempre à melhoria do desempenho e ao alcance de melhores resultados.

Um bom planejamento financeiro requer o auxílio de uma planilha financeira em que constem todas as informações de receitas, despesas e demais gastos.

Fazer um planejamento financeiro de qualidade é fundamental para saber onde a empresa está lucrando ou, até mesmo, se está dando prejuízo.

Com essas informações, é possível ter mais conhecimento e segurança para a tomada de decisão, procurando sempre aumentar a rentabilidade do negócio.

Nosso conteúdo sobre a importância do controle de dados na saúde financeira da empresa foi útil? Que tal complementar sua leitura com nosso outro conteúdo: “9 dicas para selecionar e implementar um sistema ERP”? Vamos lá!

Consultoria e Soluções em ERP Protheus Totvs Para sua Empresa Otimizar Processos e Obter os Melhores Resultados - FALE COM NOSSOS ESPECIALISTAS

Renato Souza
SOBRE O AUTOR
Renato Souza – Diretor Comercial da PROX

Profissional especialista nos processos administrativos de controladoria com passagem pela TOTVS SA onde se especializou nas áreas fiscal e contábil. Atuou também em outras consultorias de ERP como analista e coordenador de projetos de implantação de ERP.

Facebook LinkedIn Skype 

Fechar

Nós entramos em contato com você!

[_post_title]