Quantificando o ROI do low-code: bom demais para ser verdade?

Qual é o ROI das plataformas low-code?

Se você está se fazendo essa pergunta, você provavelmente já leu todos os relatórios e artigos sobre como as plataformas de low-code ajudam as empresas a impulsionar a transformação digital.

E talvez você tenha pensado que essa coisa de low-code parece muito boa para ser verdade.

Mas eu não te culpo.

Eu ainda me lembro quando as chamadas ferramentas 4GL (Linguagem de programação de quarta geração), CASE (Computer-Aided Software Engineering) e as primeiras ferramentas RAD (Desenvolvimento Rápido de Aplicação) apareceram, e promessas irreais foram feitas.

Mas, a tecnologia evolui e hoje uma nova geração de plataformas corporativas de low-code começou uma marcha inexorável no mundo do software.

Estas plataformas, identificadas pela Gartner como plataformas empresariais de low-code de aplicativos (LCAPs) oferecem o que foi prometido, mas não entregue.

Ou seja, recursos incorporados que suportam o rápido desenvolvimento de todos os tipos de aplicativos e sistemas centrais com escala e segurança.

Até 2024, as LCAPs serão responsáveis por 65% de toda a atividade de desenvolvimento de aplicativos. (Gartner, Inc. “Low-Code Development Technologies Evaluation Guide;” Paul Vicent, Mark Driver, Jason Wong, 26 de fevereiro de 2019)

É claro que cada plataforma é diferente, e tudo se resume a escolher a certa para as necessidades do seu negócio.

Então, se você está avaliando o mercado low-code, o material Os Líderes do Mercado Corporativo de Plataformas Low-Code é um ótimo ponto de partida.

Com ele, você poderá entender quais são os fornecedores com as melhores ofertas.

Mas vamos voltar ao que trouxe você até aqui.

O ROI das Plataformas de Low-code

Você já leu sobre os benefícios que o desenvolvimento de aplicativos de low-code traz para nossos clientes em termos de velocidade, tempo de colocação no mercado e vantagem competitiva?

Aqui estão alguns exemplos:

  • Menor tempo de desenvolvimento e, consequentemente, menor custo de desenvolvimento;
  • Tempo de colocação no mercado mais rápido;
  • Redução dos custos de contratação, pois o low-code permite aproveitar ao máximo os recursos existentes. Isso reduz a necessidade de contratação de recursos altamente remunerados e especializados;
  • A agilidade para responder ao mercado e fazer mudanças de forma mais rápida.

E, embora esses benefícios sejam empolgantes, uma pergunta comum que nos é feita durante os processos de avaliação é…

Qual é o impacto real e tangível de tempos de desenvolvimento mais rápidos em termos de custo, benefícios, payback e retorno real sobre o investimento (ROI)?

Descobri que a melhor maneira de responder a essa pergunta é mostrar os dados reais e concretos.

Dito isto, aqui estão seis histórias de empresas clientes da Outsystems que têm usado low-code e o retorno de seus investimentos.

Burton

A Burton é uma empresa especializada em produtos para “snowboarders”.

Ela teve que reformular suas operações logísticas para se ajustar aos novos padrões de vendas e evitar terminar a temporada de inverno com altos custos de transporte de estoque.

Assim, a empresa construiu um novo aplicativo para conectar todos os pontos de venda e ligá-los aos sistemas back-end.

Agora, a Burton pode movimentar rapidamente as mercadorias através de seus canais de vendas para que, quando os clientes quiserem comprar, haja produtos suficientes à disposição.

O aplicativo processa uma média de 56 remessas por dia e tem ajudado a empresa a manter um estoques historicamente baixos.

Isso resultou em 10 vezes o ROI em receita.

Grupo Marista

O Grupo Marista possui dois hospitais e oferece mais de 450 mil consultas médicas por ano.

Buscava uma solução que otimizasse o agendamento das consultas, reduzisse custos e oferecesse melhor acesso aos pacientes.

Assim, o Grupo Marista utilizou a OutSystems para desenvolver um portal web e um aplicativo móvel para agendamento de consultas médicas online.

Foram necessários dois desenvolvedores por dois meses (ao invés dos oito meses necessários para o desenvolvimento tradicional) para entregar a solução.

A nova solução já conquistou mais de 500 usuários desde o seu lançamento e alcançou ROI em oito meses, conforme medido pelo aumento do volume de consultas agendadas, pela diminuição do cancelamento tardio de consultas e pela melhoria da satisfação dos clientes.

Conselho Municipal de Worcestershire

O Conselho Municipal de Worcestershire (WCC) é uma organização governamental que presta serviços com base nas prioridades estabelecidas pelos residentes e empresas do município.

Ela foi encarregada de melhorar a experiência do cliente da forma mais econômica possível, além de substituir sua solução de CRM herdada.

O WCC acabou optando por criar uma nova solução digital com low-code, pois atendeu às suas diversas necessidades.

No final, a empresa usufruiu de uma variedade de benefícios graças à sua parceria com a OutSystems.

Estes benefícios incluíram uma melhor gestão de tecnologia e serviços, bem como uma maior velocidade no desenvolvimento.

Além disso, conseguiu economizar 367.547 libras por ano, o que se resultou em um ROI de 442%.

Prosegur

A Prosegur Seguridad, uma empresa internacional de segurança, queria oferecer um serviço de segurança mais preditivo aos seus clientes.

Mas seus antigos sistemas de registro não lhe davam muito espaço para inovar.

Com low-code, a equipe construiu o POPS, uma plataforma de operações que oferece insights significativos de segurança aos clientes e equipe, o que se tornou uma verdadeira vantagem competitiva para a empresa.

A equipe de TI da Prosegur desenvolveu a versão web e móvel do POPS e do POPS Mobile em apenas três meses – metade do tempo estimado para o desenvolvimento tradicional.

Dessa forma, a Prosegur reduziu o tempo de comercialização em 50%, e os custos de desenvolvimento em 20%, recuperando seu investimento em menos de 18 meses.

Eneco

O Grupo Eneco é um conjunto de empresas de gás natural, eletricidade e aquecimento com sede na Holanda.

Para que ganhasse vantagem competitiva em um setor altamente competitivo, a empresa percebeu que precisava desenvolver novos produtos e serviços que os clientes valorizassem.

Como a renovação de seu sistema legado usaria muitos recursos e sua reconstrução interna levaria muito tempo, a Eneco decidiu manter seu banco de dados atual, mas acrescentou um wrap moderno ao código antigo.

Dessa forma, ela poderia implantar serviços web e novos aplicativos que se baseassem nos dados existentes.

Com o low-code, a Eneco aumentou a produtividade do seu pessoal de desenvolvimento e de back-office existente, o que significa que eles não precisaram contratar uma equipe nova e cara.

Isso resulta em uma economia anual de 3.429.563 euros e um ROI de 258%.

MicroMain

A MicroMain é uma organização que ajuda empresas a gerenciar melhor suas instalações e manutenção com suas premiadas soluções de software.

Perdendo terreno para seus concorrentes, a MicroMain precisava criar uma nova solução de gerenciamento de manutenção em sua plataforma existente que fosse fácil de usar.

A empresa reescreveu seu aplicativo com low-code, dando a ele uma solução mais moderna, pronta para dispositivos móveis e baseada na nuvem, o que resultou em maiores preços de adoção e retenção de clientes.

Além disso, ao utilizar low-code, a empresa economizou cerca de US$ 250.000 no primeiro ano e US$ 500.000 no total em custos de desenvolvimento.

Encontrando a plataforma certa de Low-Code

Resultados como estes podem parecer bons demais para serem verdadeiros, mas com a plataforma certa de low-code, não é bem assim.

Se você quiser saber mais sobre os líderes low-code, acesse o material Os Líderes do Mercado Corporativo das Plataformas Low-Code.

O material mostra as vantagens e os desafios dos atuais líderes no fornecimento de plataformas low-code.

_________________________________________________________________________________

A Prox é uma Consultoria de TI Independente, parceira e cliente da Outsystems.

Leia o artigo original no blog da Outsystems.

Gostou? Compartilhe com mais pessoas

Renato Souza

CEO e Diretor Comercial da Prox

Renato é Diretor Comercial da Prox desde 2010. Está sempre pensando no desenvolvimento estratégico da empresa, em novas parcerias e na prospecção de novos clientes. Apaixonado pelo seu trabalho, ele tem como missão facilitar a vida das pessoas e empresas com gestão e tecnologia.

Especialistas em Protheus

BlogTotvs Protheus

TI e departamentos juntos pela melhoria – e como especialistas em Protheus podem ajudar 

treinamento Totvs Protheus

BlogTotvs Protheus

Superando o turnover com especialistas em treinamento Totvs Protheus 

Empreendedorismo

Composable ERP: reinvente suas estratégias

Empreendedorismo

Arquitetura corporativa: colocando as necessidades dos clientes em primeiro plano

Transformação digital

O que você pode construir com low-code?

São 10 anos de experiência e muito aprendizado.

Confira essa seleção de documentos que certamente te ajudarão.

Av. Professor Manoel José Pedroso, 1652 - SL. 08 - CEP 06717-100 - Pq. Bahia - Cotia/SP | Tel.: (11) 5844-8444

© 2024 - Prox - Todos os direitos reservados

RM, Protheus, Fluig e TOTVS® são produtos e marcas registradas de propriedade da TOTVS®. Logotipos TOTVS® e Microssiga são de propriedade TOTVS® S.A. A Prox Implantação de Sistemas Ltda é uma empresa de transformação digital independente e não possui nenhum vínculo, direto ou indireto, com a TOTVS®, qualquer uma das suas franquias ou qualquer um de seus representantes.